Arquivo mensal: outubro 2016

Família trupe tralha agradece a Fernanda Maciel , mãe dos queridos alunos Guilherme e Nando , quem escreveu esse sensível e belo texto!!!

Padrão

nando-e-gui

” Enquanto os vejo aqui… me lembro de que o circo era um dos meus lugares favoritos na infância. Era só um anúncio de uma lona na Avenida Antônio Carlos e lá estava eu, com meu pai, às vezes, alguma amiga, garantindo um bom lugar, um picolé e uma maçã do amor das bem grandes e bonitas…
As risadas e brincadeiras dos palhaços, os domadores de leões , os trapezistas… esses meus preferidos!!
Esse lugar me lembra cor, não as escuras e cinzentas que, às vezes, colorem nossa vida e nosso dia, mas as bem vivas que nos impulsiona a acreditar sempre que, quem dá o colorido à vida somos nós.
Me lembra equilíbrio: com 24 horas no dia, com tantos papeis a exercer,  vc tem que se virar , equilibrar na corda bamba das contas a pagar, dos atendimentos a fazer, dos deveres a acompanhar, das provas a estudar, das tarefas a cumprir…  E dos leões a domar? Haja malabarismo pra dar conta!
E tudo isso, sem se desestruturar, sem se desequilibrar.
Me lembra alegria! Ah! Como eu ria quando ia ao circo. As pessoas entram aqui com um sorriso no rosto. Meus filhos entram aqui com esse sorriso. Parece algo mágico, ninguém aqui com o semblante fechado. Nem me atrevo, enquanto assisto à aula, a pensar e lembrar dos problemas a resolver. Meu semblante pode me comprometer ..
Por fim, esse lugar  me lembra simplicidade! Como são simples as pessoas aqui! Não vejo preocupação com o que vestir, se sabem ou não rolar no colchão, se sabem ou não dar as cambalhotas e piruetas com a técnica correta, se há pessoas olhando pra elas com ar de crítica e correção.
Viajo nos pensamentos e me lembro das palavras de Jesus quando disse: “deixai vir a mim as crianças”, “se não se tornar como criança, não entra no reino dos céus”, “se Deus cuida das aves do céu, não vai cuidar de vós?” Jesus era tão simples, ensinava com tanta clareza e simplicidade…
A aula acabou… O texto precisa acabar…
Colorido, equilíbrio, alegria, simplicidade…
Que seja um conteúdo aprendido não só aqui dentro da Escola de Circo, mas vivido da porta pra fora, em casa, no trabalho, com os amigos, a família, nas ruas, no trânsito, todos os dias…”

Anúncios