Arquivo mensal: abril 2015

Atividades circenses fazem bem para saúde?

Padrão

Sim, com tantos benefícios as aulas de circo podGabrielem promover o bem- estar e trazer a boa forma aos que lutam contra as gordurinhas localizadas ou até mesmo, àqueles que querem uma definição corporal. Diferente das academias, as atividades realizadas trabalham todo o corpo, desenvolvem autoconhecimento, flexibilidade, reflexo, equilíbrio e o poder de concentração. Com o tempo, as técnicas vão vencendo os obstáculos, promovendo o bem-estar do corpo e aliviando as tensões causadas pelo estresse, enquanto nas academias os exercícios são mais localizados.

“No circo escola você trabalha seu corpo de forma integral, consegue recrutar vários músculos ao mesmo tempo na técnica circense. A  atividade é intensa e possibilita perda de peso: é possível queimar de 600 a 800 calorias dependendo da intensidade e do nível do aluno. Você adquiri definição muscular, flexibilidade, força de membros superiores, inferiores e abdominal. Tudo isso de uma forma divertida, assim explica Luciana Ribeiro, diretora e educadora física do Circo Escola Trupetralha”.

Entender as atividades realizadas é muito importante! Aqui vão alguns benefícios que essa arte proporciona:

Cama Elástica: Melhora no condicionamento físico e perda de peso.

Aéreos (Tecido, Trapézio e Lira): A instabilidade do aparelho faz com que seja convocada a musculatura mais interna do corpo, gerando força, definição muscular e superação do medo.

Latão, Slackline, Rola Rola, Monociclo, Perna de Pau e Arame: Ajuste postural, equilíbrio e concentração.

Acrobacias: Força e Flexibilidade.

Portagem: Confiança e postura corporal.

Mas você não está sozinho! A turma está sempre acompanhada de profissionais que aplicam os exercícios dos níveis básicos até aos mais elevados. Cada aluno é tratado individualmente de acordo com o seu nível de desenvolvimento e objetivo. O mais legal de tudo isso é que as aulas são dinâmicas e o aluno sai da rotina, fazendo o momento se tornar divertido, além do ambiente descontraído, uma ótima opção para quem quer trocar o igual pelo diferencial.

Assim foi a escolha do engenheiro de 28 anos, Victor Gouvêa, “Pratico circo há 5 meses. Conheci o circo escola através de uma amiga. O diferencial é que eu realizo as atividades físicas  intensas como na academia e não tem o esforço repetitivo sempre. Eu vou evoluindo não só fisicamente como tecnicamente; é uma espécie de prática mista de aeróbico com exercícios musculares mais pesados,  além dos alongamentos que têm um papel importante nas atividades. Já indiquei as aulas para várias pessoas que querem realizar atividades com diversão e bem-estar”.

Como todos já sabem nada é um mar de estrelas, aqui vai um aspecto complementar sobre o assunto. No livro Atividades Circenses de Marco Bortoleto (Org.), Maria Luiza Bellotto fala da importância de uma boa nutrição aos praticantes dessa arte.

“Apesar da heterogeneidade das atividades realizadas tanto pelos profissionais como por amadores, as diferentes modalidades circenses requerem muita energia, disposição e concentração. A boa nutrição não apenas se preocupa pelos aspectos físicos, já que o estado nutricional muitas vezes influencia no humor das pessoas e esperamos que um artista de circo apresente, além de uma aparência vivaz, um estado alegre e contagiante”.

Na trupe as atividades são um combo de exercício + felicidade, então não se preocupe, as etiquetas de alegria vêm de graça para você.

Anúncios